Cada órgão afetado por tumor maligno tem sintomatologia específica.

Mulheres
Mamas: observar nódulos fixos ou móveis nas mamas; retração, protuberâncias, presença de secreção e alterações na pele, dor ou fendas nos mamilos.
Útero: corrimentos vaginais acompanhados de sangramento.

Homens
Próstata: dificuldade para urinar, necessidade de urinar com frequência, presença de pus ou sangue a urina; dores constantes nas coxas, bacia ou região lombar.
Testículos: aumento de volume; dores difusas na pelve ou abdomen; inchaço ou sensibilidade nos mamilos.

Pele: machas vermelhas com bordas delimitadas; marcas com coloração distinta que podem crescer e formar crostas, melanoma com forma de pinta marrom escuro que cresce e ocasionalmente apresenta sangramento.

Laringe: dificuldades para engolir; dor de garganta, em um dos lados; rouquidão; sensação de obstrução; dor de ouvido.

Esôfago: dificuldades para engolir; sensação de queimação; dor de garganta ou no esôfago; perda de peso.

Pulmão: falta de ar; dores no peito; alteração da voz; cansaço; perda de peso e apetite; tosse crônica, expectoração com sangue.

Fígado e pâncreas: perda de peso; enjôos; vômitos; diarréia; prisão de ventre; pele amarelada; dor difusa que parece atacar as costas.

Reto e cólon: presença de sangue nas fezes; prisão de ventre e diarréia; perda de peso ou de apetite; cólicas frequentes; cansaço.

Bexiga: ardência ao urinar; presença de sangue na urina; necessidade de urinar com frequência.

Leucemia: dores nas articulações; febre; inchaço dos gânglios linfáticos; fraqueza progressiva; aumento do volume do baço.

Alguns dos sintomas indicados acima podem ser indicativos de câncer, convém procurar médico em caso de suspeita para realização de exames específicos que poderão detectar alterações do organismo. Buscar pronto atendimento amplia possibilidades de cura.\\O Blog Virgem em Câncer e Lua na Esperança! reúne sob diversas categorias e tags centenas de posts dedicados à busca da melhoria de qualidade de vida, e cura, de pacientes oncológicos, bem como prevenção. Contudo não trata o Blog do que não lhe é pertinente: fazer o papel de médicos especialistas. Procure sempre um especialista da área que busca informação. Informação é sempre a melhor ferramenta. Converse com seu médico.

Anúncios