Bate-boca e ânimos alterados marcaram a sessão de ontem da Câmara dos Vereadores de Belém, quando a pauta teoricamente era apenas a abertura de investigação contra a vereadora Vanessa Vasconcelos (PMDB). A confusão foi causada pela provocação feita pelo líder da bancada do partido Democratas (DEM), Fernando Dourado, ao Partido dos Trabalhadores (PT) sobre a situação crítica de atendimento no hospital Ofir Loyola, denunciada na edição do último domingo de O LIBERAL. Segundo a denúncia, a situação daquela unidade de referência no tratamento de câncer é tão grave que falta desde medicamentos até o dinheiro para pagar o pão dos pacientes internados.

Dourado pediu que o vereador Marquinho do PT – um dos parlamentares à frente da instalação da CPI da Saúde – se pronunciasse a respeito do atendimento à saúde em âmbito estadual, já que a governadora do Estado, Ana Júlia Carepa, é do mesmo partido do vereador.

Na tribuna, com o jornal em mãos, Dourado pedia atenção de Marquinho, que permanecia de costas e conversando com outros parlamentares. O vereador lembrou que a imprensa já havia noticiado, em semanas anteriores, falta de remédio e problemas na infraestrutura do hospital e que “as denúncias partiram de alguém que tem respaldo suficiente e conhece a rotina do Ofir Loyola, como é a senhora Ana Klautau, presidente da Avao, Associação Voluntariado de Apoio à Oncologia“.

Vereador Marquinho, o senhor que está na Comissão de Saúde, entenda que em uma hora dessas ninguém pode silenciar, não pode ter dois pesos e duas medidas“, argumentou Dourado. Marquinho do PT questionou a declaração de Dourado sobre o fato dele ser membro da Comissão de Saúde, já que ainda é primeiro suplente, com a saída de Antônio Vinagre, atual secretário.

Agora eu sou da Comissão, é? Tu como presidente não me convocaste nenhuma vez, Dourado! Se tiver CPI vai ser investigado tudo, não só essa administração, mas os 12 anos“, gritava o petista. A sessão precisou ser suspensa por cinco minutos.

Marquinho do PT pediu à Mesa Diretora sua efetivação como membro da Comissão e convocou todos os vereadores para visitar, na tarde de ontem, o hospital. “Sugeri essa visita para averiguar todos os problemas. Fui o primeiro dos vereadores que se dispôs a investigar a Santa Casa, não estou me omitindo por ser partidário da governadora“, justificou-se.

Visita de vereadores fica para amanhã
Vereadores que integram a Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Belém (CMB) farão uma visita amanhã ao hospital Ofir Loyola (HOL) para averiguar denúncias de atendimento médico precário do órgão. O vereador Marquinhos do PT se comprometeu em fazer uma visita no mesmo dia ao hospital, porém, no início da tarde, o vereador petista informou que a visita foi transferida para amanhã, às 15 horas. Representantes da Secretaria Estadual de Saúde (Sespa) e da diretoria do HOL acompanharão a visita dos vereadores da comissão de Saúde da CMB.

Há cerca de um mês O LIBERAL divulgou reportagem sobre a crise no hospital Ofir Loyola (HOL). Segundo denúncias o hospital não tem dinheiro nem para pagar o pão dos pacientes internados, já que a padaria licitada não recebe há três meses e ameaça suspender o fornecimento. Diversos tipos de medicamentos também estão em falta para quimioterapia, e entre os casos oncológicos atendidos, faltam remédios para leucemia, câncer de mama e outras patologias.

O serviço de radioterapia está parado mais uma vez e o setor de Medicina Nuclear, que está pronto para funcionar, ainda não pode oferecer o serviço por falta dos medicamentos. Além disso, todos os pacientes sofrem igualmente com a demora dos atendimentos de rotina, longas filas de espera para a realização de consultas, de exames e lentidão maior ainda na entrega dos resultados.

A situação é considerada insustentável por Ana Klautau Leite, que há sete anos preside a Associação Voluntariado de Apoio à Oncologia, Avao, e que, nesse tempo todo, nunca havia se pronunciado sobre dificuldades no HOL. ‘Faço isso hoje porque a saúde do Pará foi jogada no lixo. O HOL está no limite, pode entrar em colapso a qualquer momento, como já aconteceu com a Santa Casa, e a Avao deve isso aos pacientes que precisam do hospital e também são atendidos por nossa entidade’, desabafou Ana Klautau Leite. Ana Klautau é voluntária há dez anos, antes mesmo de presidir a entidade, que completou dez anos de atuação no dia 10 de março deste ano.

Fonte: Portal ORM. Edição de Abril, 28, 2009

O Blog Virgem em Câncer e Lua na Esperança! reúne sob diversas categorias e tags centenas de posts dedicados à busca da melhoria de qualidade de vida, e cura, de pacientes oncológicos, bem como prevenção. Contudo não trata o Blog do que não lhe é pertinente: fazer o papel de médicos especialistas. Procure sempre um especialista da área que busca informação. Informação é sempre a melhor ferramenta. Converse com seu médico.

Anúncios