O câncer colorretal é um tumor maligno que atinge o cólon e o reto, conhecido como intestino grosso. É muito freqüente na população adulta brasileira, sendo a quinta causa de câncer entre os homens, com cerca de 11,5 mil casos novos a cada ano, e a quarta mais prevalente entre as mulheres, com incidência em torno de 14 mil casos anuais, concentrando-se na faixa etária dos 50 aos 70 anos.

Os cânceres do cólon e do reto têm a particularidade de exibir lesões precursoras, que são os pólipos – estruturas formadas pelo crescimento indevido da mucosa intestinal – e que, dependendo do tipo, apresentam risco de transformação maligna.

O tempo estimado para crescimento e desenvolvimento de tumor a partir de um pólipo é longo, o que permite sua identificação, retirada e, portanto, prevenção do câncer. Apesar disso, a mortalidade associada à neoplasia colorretal ainda é elevada, especialmente por conta do diagnóstico tardio.

Fonte: Núcleo Educacional Científico do Grupo Fleury

Anúncios