Os achados ao exame clínico e os resultados de um teste laboratorial de sangue para dosar o antígeno prostático específico (PSA), um marcador bioquímico da próstata, podem levantar a suspeita do diagnóstico. A confirmação, contudo, exige uma ultra-sonografia da região acompanhada de biópsia da próstata, que consiste na extração de minúsculos fragmentos da glândula, por meio de punções feitas por via retal, para a analise da natureza de suas modificações – se benigna ou maligna.

Fonte: Núcleo Educacional Científico do Grupo Fleury

Anúncios