O diagnóstico de câncer de tiróide é geralmente feito a partir da detecção de um nódulo de tiróide pela própria pessoa ou pelo médico, durante um exame físico de rotina.

A avaliação desse nódulo inclui a dosagem dos hormônios tiroidianos, de exames de imagem como a ultra-sonografia, que revela detalhes da tiróide e as características morfológicas do nódulo e, se necessário, uma punção aspirativa do nódulo com agulha fina para determinar se ele é de natureza benigna ou maligna.

Fonte: Núcleo Educacional Científico do Grupo Fleury

Anúncios