Alguns tipos de drogas utilizadas no tratamento quimioterápico para câncer podem causar infertilidade, tanto no homem, como na mulher. A conclusão de oncologistas americanos foi publicada no Journal of Clinical Oncology.

Os oncologistas, por meio de pesquisas, constataram que drogas quimioterápicas utilizadas, principalmente, nos tratamentos de linfomas, de leucemias e de câncer de mama causam taxas de infertilidade acima de 50% , para ambos os sexos. Os remédios do composto quimioterápico para matar as células cancerosas podem também destruir as células que originam os óvulos e os espermatozóides.

Os dados acarretaram uma mudança na conduta médica com relação aos pacientes. Os oncologistas, cerca de 25% somente, estão orientando seus doentes jovens sobre o risco de infertilidade ou os encaminham para especialistas em reprodução assistida.

Devido à evolução das técnicas de reprodução é possível congelar óvulos e sêmens para a preservação da fertilidade após o tratamento oncológico, embora não ocorra garantia de que os óvulos congelados resultarão em gravidez.

Uma das principais dificuldades, relatada no estudo dos médicos, foi com relação a estas providências necessárias e seu alto custo, já que os planos de saúde, no Brasil e nos Estados Unidos, não cobrem as consultas com o especialista e nem o congelamento do material.

Fonte: Corpo Saun. Julho, 31, 2009.

Anúncios