Um grupo de pesquisadores do Hospital Universitário de Zurique desenvolveu um novo sistema de cirurgia que pode ser usado em casos de câncer de fígado considerados até então não operáveis, aliado a sessões de quimioterapia. O método, anunciado hoje na revista médica The New England Journal of Medicine e no jornal local suíço Le Temps, usa a capacidade única de regeneração do fígado, o que, nos últimos anos, permitiu desenvolver novas técnicas em cirurgia hepática e transplantes.

Na primeira cirurgia, são retiradas as metástases visíveis do lóbulo esquerdo do fígado e obstruída a veia que irriga a outra parte do órgão, a mais atingida pelos tumores. Ao mesmo tempo, há a administração de quimioterapia diretamente no fígado pela artéria hepática, o que pode fazer com que a massa tumoral reduza até 60%, um resultado “espetacular”, de acordo com o responsável de cirurgia do Hospital Universitário de Zurique, Alain Clavien.

A parte do órgão que não recebe irrigação fica atrofiada e é retirada em uma segunda operação, realizada três meses após a primeira, enquanto a outra parte sofre hipertrofia, ou seja, aumenta de tamanho, ao mesmo tempo em que os tumores que ainda permanecem na região regridem graças ao efeito da quimioterapia. A administração local de quimioterapia “é muito eficaz, não provoca muitos efeitos secundários e pode ser administrada em massa porque o remédio é rapidamente destruído pelo fígado“, disse Clavien. Apesar do sucesso da técnica, “por enquanto, (o método) só é aplicado nos pacientes cujo diagnóstico é muito pessimista“, acrescentou o médico ao jornal suíço.

Fonte: Agência EFE para o Jornal do Brasil. Abril, 12, 2007.

O Blog Virgem em Câncer e Lua na Esperança! reúne sob diversas categorias e tags centenas de posts dedicados à busca da melhoria de qualidade de vida, e cura, de pacientes oncológicos, bem como prevenção. Contudo não trata o Blog do que não lhe é pertinente: fazer o papel de médicos especialistas. Procure sempre um especialista da área que busca informação. Informação é sempre a melhor ferramenta. Converse com seu médico.

Anúncios