Mulheres que comem mais alimentos à base de soja podem ter um menor risco de ter alguns tipos de câncer nos ovários e no revestimento do útero – também conhecido como câncer de endométrio -, de acordo com os resultados combinados de sete estudos revisados pelo Instituto Nacional do Câncer da Coreia do Sul. Segundo os especialistas, esses cânceres são afetados por hormônios como o estrógeno, cujos efeitos são “imitados” por alguns componentes da soja.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer brasileiro, o câncer de ovário é o câncer ginecológico mais difícil de ser diagnosticado; cerca de 3/4 dos tumores malignos apresentam-se em estágio avançado no momento do diagnóstico inicial; e, por isso, é o câncer ginecológico de maior letalidade, embora seja menos frequente que o câncer de colo do útero.

Avaliando dados de mais de 169 mil mulheres – das quais 3516 tiveram um desses cânceres – incluídas nos estudos revisados, os pesquisadores descobriram que aquelas que comiam as maiores quantidades de alimentos à base de soja – incluindo alguns legumes, cremes, tofu e proteína de soja – tinham 40% menor chance de desenvolverem câncer de ovário ou endometrial.

Porém, em artigo publicado na revista científica BJOG, os autores destacam que os dados ainda são muito preliminares para se ter uma conclusão definitiva. Por isso, é preciso “um maior nível de evidências”, e os cientistas ainda precisam determinar quais as quantidades adequadas de soja necessárias para se ter esse efeito.

Fonte: Jornal de Uberaba. dezembro, 13, 2009.

O Blog Virgem em Câncer e Lua na Esperança! reúne sob diversas categorias e tags centenas de posts dedicados à busca da melhoria de qualidade de vida, e cura, de pacientes oncológicos, bem como prevenção. Contudo não trata o Blog do que não lhe é pertinente: fazer o papel de médicos especialistas. Procure sempre um especialista da área que busca informação. Informação é sempre a melhor ferramenta. Converse com seu médico.

Anúncios