O uso do remédio temozolomide combinada com a radioterapia contra uma forma letal de câncer cerebral conseguiu aumentar o tempo de sobrevivência dos pacientes da doença, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira na revista New England Journal of Medicine.

Além disso, o estudo da Organização Européia para a Pesquisa do Câncer e do Instituto Nacional de Oncologia do Canadá indicou que a análise molecular dos tumores permite identificar os pacientes que podem receber mais benefícios com o tratamento.

Normalmente, a sobrevivência dos pacientes de glioblastoma era de cerca de um ano a partir do surgimento do tumor cerebral. No entanto, segundo o estudo, o uso de temozolomide (cujo nome comercial é Temodal) melhorou consideravelmente a expectativa de vida dos pacientes.

A pesquisa aponta que, depois de dois anos, apenas 10% dos pacientes tratados com radioterapia convencional haviam sobrevivido. Mas quando a combinação de radioterapia e quimioterapia com Temozolomide foi usada no tratamento da doença, esse nível de sobrevivência aumentou para 26%.

Esta é a primeira vez que houve um avanço tão grande na luta contra uma das formas mais letais de câncer“, disse René Olivier Mirimanoff, do Departamento de Radiação Oncológica do Hospital Universitário de Lausanne (Suíça).

Segundo Gregory Cairncross, especialista em tumores cerebrais do Departamento de Neurociências Clínicas da Universidade de Alberta (Canadá), este poderia ser um dos poucos e mais bem-sucedidos tratamentos contra o glioblastoma. “Os resultados destes estudos irão melhorar muito os tratamentos e os resultados para muitos pacientes“, disse.

Segundo Cairncross, o mais importante deste tratamento é que o temozolomide causa poucos efeitos colaterais e será bem tolerado pelos pacientes. “Isto significa que o remédio pode ser administrado diariamente durante o tratamento por radiação e não mais uma vez a cada oito semanas, que é a dose comum dos medicamentos da quimioterapia“, afirmou.

Além disso, segundo disseram os cientistas, o estudo realizado com quase 600 pacientes mostrou que a combinação terapêutica não teve um impacto negativo na qualidade de vida dos pacientes.

Fonte: UMerck KGaA. Março, 9, 2005.

O Blog Virgem em Câncer e Lua na Esperança! reúne sob diversas categorias e tags centenas de posts dedicados à busca da melhoria de qualidade de vida, e cura, de pacientes oncológicos, bem como prevenção. Contudo não trata o Blog do que não lhe é pertinente: fazer o papel de médicos especialistas. Procure sempre um especialista da área que busca informação. Informação é sempre a melhor ferramenta. Converse com seu médico.